Naturism and family
Today, increasing numbers of people who accept casual nudity, but many parents feel a certain anguish and tension to strip in front of their kids.

A criança tem uma capacidade de observação e de apreensão da realidade bem maior do que os adultos imaginam e percebe esta “linguagem não verbal” que mostra os pais tencionados no ato de se despirem, como se estivessem fazendo algo inusitado, com conotações de proibido. Esta atitude, negativa certamente, aos poucos irá fazendo com que a criança – que aceita o seu corpo de forma inquestionável – comece a perceber que os adultos usam roupas para esconder algo – e o que se esconde é feio, o condenável – e através do processo de aprendizagem e assimilação incorpora estas tensões e passa a sentir vergonha do próprio corpo. Introjeta o opressor e perde a pureza original e a naturalidade que caracterizava o contato que tinha com o próprio corpo.

É assim que a família reproduz e perpetua normas de comportamento e padrões culturais negadores da vida. Esta é uma das maneiras através das quais a sociedade escreve nos corpos dos seus membros seus códigos e valores. Eu não diria que a família naturista está imune ao mal. Tem mais chances de acertar, de criar seus filhos num ambiente sadiamente natural, mais livres das opressivas e inibidoras convenções sociais. O importante é que os pais naturistas aceitem o natural naturalmente. O ato de despir-se frente aos filhos deve ser algo natural quanto o é o ato de beber ou almoçar em família. Eu bebo quando tenho sede, eu como quando tenho fome, eu me dispo quando tenho vontade de ficar nu. Se você está em harmonia com o seu próprio corpo certamente os seus filhos crescerão encarando o nu com naturalidade. Note-se, entretanto, que nada deve ser forçado.
…Read full original article…

Source: OS Naturistas

17 August, 2017, 6:20 pm

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *